Saltar os Menus

Arouca

ARQUIVO MUNICIPAL DE AROUCA

O concelho de Arouca, território classificado Geopark, é também possuidor de um longo legado histórico: civilizações pré-históricas deixaram o subsolo salpicado de inúmeros Monumentos Megalíticos; durante muitos séculos esteve sujeito aos ditames e influências do Real Mosteiro de Arouca; recebeu foral outorgado por D. Manuel I a 20 de dezembro de 1513; sofreu várias alterações territoriais, decorrentes das anexações de freguesias de extintos concelhos; a cultura e identidade das populações, por ser um município rural e do interior, menos sujeita às mutações civilizacionais, permitindo que se prolongue por uma maior linha de tempo; a influência do imponente Mosteiro de Arouca sobre a vida do município de Arouca, cujos destinos estiveram intrinsecamente ligados. A sua história funde-se e confunde-se. E não se pode compreender uma, sem o conhecimento da outra.

Por tudo isto, e pela consciência do papel da autarquia na salvaguarda desta imensa memória municipal, como garante de direitos e deveres dos cidadãos, e principal repositório das fontes da história local, houve necessidade encetar esforços para a recuperação, inventariação e salvaguarda da documentação histórica existente e em sério risco de se perder.
O processo iniciado em 1994, pela Dra. Isabel Bessa, permitiu que um grande conjunto de documentos, até aí dispersos e muito mal tratados, pudessem ser recuperados, inventariados e conservados até hoje como Arquivo Histórico, que, provisoriamente, partilha o espaço da Biblioteca Municipal de Arouca.
O edifício onde se encontra inserido é um edifício de assinalável valor patrimonial, de cuja construção remonta ao séc. XVI. Tendo começado por ser uma dependência do Mosteiro onde se hospedavam os padres que ali exerciam a sua atividade. Nele foi mais tarde instalado o Hospital da Misericórdia de Arouca que aí funcionou até meados do século passado. O Centro Paroquial de Promoção Social Rainha Santa Mafalda, instituição local que ainda hoje acolhe “crianças em risco” ocupou também este mesmo edifício de 1960 a 1975. Para além do seu valor patrimonial intrínseco, tem o referido edifício uma presença importante no contexto urbano da Vila de Arouca, quer na sua relação com o Mosteiro com o qual configura o Terreiro de Santa Mafalda, quer na sua relação com o Parque Municipal que hoje enquadra aquele Monumento Nacional e no qual o edifício da Biblioteca se encontra integrado.
O restante Sistema de Informação produzido pela Câmara Municipal de Arouca, ainda em fase de tratamento, encontra-se de momento no sótão do edifício dos Paços do Concelho.
O Município de Arouca conta atualmente com um Serviço de Arquivo de natureza informal, sob a dependência orgânica da Divisão de Desenvolvimento Social, que detém competências ao nível da gestão da informação e arquivo.
Temos como propósitos:
Criar condições e dispositivos de comunicação presencial e virtual deste riquíssimo acervo documental.
Oferecer melhores condições de recuperação da informação e pesquisa histórica aos investigadores e público em geral.
Promover a recolha e salvaguarda de importantes arquivos privados, que complementam a nossa história e em risco de se perderem.
Prestar apoio e estabelecer parcerias de partilha de recursos com outros espaços de memória do município.
Sensibilizar e partilhar com a comunidade a riqueza documental que possuímos.
E, sobretudo, convencer os dirigentes políticos da extrema necessidade de se construir um edifício próprio para o Arquivo Municipal de Arouca, suporte básico para garantir a dignidade a que tem direito a documentação e a história deste Município.


Acervo arquivístico

FUNDOS EXISTENTES NO ARQUIVO MUNICIPAL DE AROUCA:

  • Arquivo da Câmara Municipal de Arouca: 1697 – 1960]
  • Arquivo da Administração do Concelho de Arouca: 1833 – 1936
  • Arquivo do Concelho de Vila Meã do Burgo: 1803 – 1816
  • Arquivo da Administração do Concelho de Alvarenga (extinto): 1836 – 1837
  • Arquivo da Administração do Concelho de Fermedo (extinto): 1835 – 1857
  • Arquivo da Santa Casa da Misericórdia de Arouca: 1802 – 1929
  • Arquivo da Irmandade do Santíssimo Sacramento de Santa Eulália: 1856 – 1904
  • Arquivo da Junta da Liga Naval Portuguesa de Arouca: 1909
  • Arquivo da Escola Primária de Janarde (Telhe): 1915 – 1917
  • Arquivo da Comissão Municipal da União Nacional: 1933 – 1934
  • Arquivo da Comissão de Defesa das Províncias Ultramarinas | União Portuguesa do Ultramar: 1828 – 1829
  • Arquivo do Julgado de Arouca: 1851
  • Arquivo da Comarca de Lamego: 1802

Nota: Há ainda outros documentos/fundos não identificados nem tratados arquivisticamente, logo que oportuno serão disponibilizados.


Instrumentos de pesquisa


Serviços

Leitura de presença; (Sala de leitura partilhada com a Biblioteca Municipal)
Pesquisa em fundos documentais;
Informações orais e escritas;
Reprodução de documentos, sempre que o estado de conservação e integridade do suporte o permita e no cumprimento dos dispostos legais.


 Regulamento

Ainda não possui, mas encontra-se em elaboração


O nosso endereço

Endereço: Terreiro da Rainha Santa Mafalda Código Postal: 4540-108 Município de Arouca
GPS: 40.928299, -8.247179
Telefone: 256940220
Repositório digital: 
O Arquivo no Portal do Município: http://www.cm-arouca.pt/portal/index.php?option=com_content&task=view&id=2921&Itemid=610
Portal do Arquivo Municipal: 
Redes sociais: 

Horário de abertura

Segunda: 10h00 – 18h00
Terça: 10h00 – 18h00
Quarta: 10h00 – 18h00
Quinta: 10h00 – 18h00
Sexta: 10h00 – 18h00
Última Actualização: 21 de Junho de 2017

Arquivo Distrital de Aveiro